Home » 9 ferramentas de remarketing para reengajar seu público e ganhar mais conversões

9 ferramentas de remarketing para reengajar seu público e ganhar mais conversões

O remarketing (ou retargeting) pode ajudar – e muito – a mostrar o seu produto ou serviço para um público mais relevante. As ferramentas de remarketing direcionam (eficazmente) os anúncios para pessoas que já demonstraram interesse em seu negócio (por exemplo, pessoas que já visitaram seu site antes).

Podemos considerar o remarketing como uma forma de reengajar os clientes para que eles visitem seu site novamente, desta vez com mais chances da visita resultar em uma conversão.

Para fazer remarketing, são usados dados que foram deixados quando o consumidor interagiu com seu site e os itens (produtos ou serviços) específicos nos quais esteve interessado durante a visita.

Esse método permite que depois os anúncios e promoções sejam ainda mais personalizados com base nas necessidades do cliente.

Como o Google vem eliminando os cookies de terceiros (arquivos que ficam armazenados nos nossos dispositivos com dados da nossa navegação), os profissionais de marketing precisarão encontrar outras fontes de dados para melhorar suas campanhas de marketing digital. E é aí onde entra a necessidade de se contratar serviços especializados em remarketing.

Vejamos algumas ferramentas de remarketing disponíveis para transformar vitrines (online ou físicas) em novos fregueses compradores.

9 plataformas de remarketing para seu negócio gerar mais conversões

1. Remarketing do Google Ads

Para empresas que anunciam usando o Google Ads, adicionar o componente de remarketing é uma ótima maneira de promover sua marca para clientes que já visitaram seu site antes.

Quando você adiciona a tag de remarketing ao seu site, os clientes que o visitam passam a fazer parte de um grupo de público-alvo (de uma lista de visitantes).

Você pode também adaptar seus anúncios às necessidades de indivíduos dentro de um determinado público com base nas ações que eles realizaram em seu site.

Como o Google tem uma base de usuários enorme, você pode alcançar muitos compradores em potencial com campanhas de remarketing.

O Google Ads permite que os anúncios de remarketing sejam exibidos como texto, imagens e vídeo, criando oportunidades para interagir novamente com os clientes em formatos diferentes. Os anúncios do Google ajudam as pessoas a revisitar a jornada de compra delas – e a continuá-la – onde quer que tenham parado na última vez que interagiram com o seu negócio.

Prós:

  • Já é parte do Google Ads nativamente.
  • Permite o remarketing em todo o ecossistema do Google.

Contras:

  • A frequência de exibição dos anúncios de remarketing pode se tornar irritante para o público que os vê. Portanto, deve ser muito bem configurado.

2. Públicos Personalizados do Facebook

Os Públicos Personalizados do Facebook permitem que a sua empresa anuncie diretamente para usuários do Facebook que já interagiram com sua marca antes. Ele se baseia nos dados do seu próprio site e/ou do Facebook para criar anúncios relevantes.

O remarketing do Facebook permite também interagir com usuários que já visualizaram suas postagens na rede anteriormente.

Prós:

  • Pode tornar os seus anúncios do Facebook mais eficazes.
  • Pode ajudar muito no combate ao abandono de carrinho.

Contras:

  • Os usuários do Facebook acessam a rede por motivos sociais, e não necessariamente procurando fazer compras. Portanto, o Facebook costuma ser sempre uma plataforma mais “topo de funil” – ou seja, que geralmente alcança usuários em um momento em que eles estão um pouco mais distantes da decisão da compra (porque estão vendo fotos de amigos, etc.).
  • Dependendo dos públicos das suas campanhas Facebook Ads, pode ser específico demais e portanto restrito a um pequeno grupo de usuários que já interagiram com seus posts.
  • Como acontece no Google, no Facebook a frequência de exibição dos anúncios de remarketing também pode se tornar irritante para o público que os vê. Portanto, deve ser muito bem configurado.

3. Criteo

A Criteo oferece o Dynamic Retargeting, que são anúncios dinâmicos de remarketing que utilizam tecnologia sofisticada. Ao invés de apenas lembrar o ex-visitante do seu site sobre o produto que ele visualizou, os anúncios da Criteo podem ainda segmentar outros produtos que sejam do interesse dele – e que provavelmente levarão a uma conversão. Essa tecnologia tem boas recomendações de produtos e pode rastrear usuários em vários canais.

A Criteo promete maximizar o ROI ao prever quando um comprador tem maior probabilidade de converter. Em seguida, os anúncios são personalizados com otimização dos criativos (das imagens), cores e layouts atraentes, e ainda com um CTA (uma chamada para ação, como um botão “Comprar agora”) que captam a atenção do usuário.

Criteo Dynamic Retargeting
Remarketing Dinâmico da Criteo no site da empresa

Prós:

  • O algoritmo trabalha para aumentar as conversões e trazer visitantes de volta ao seu site.
  • Os anúncios personalizados dinamicamente permitem a continuidade da jornada de compra do cliente do ponto onde parou.

Contras:

  • Nenhuma opção de teste gratuito.
  • Seu site deverá ter um número mínimo de usuários únicos mensais para poder usufruir do serviço.

4. AdRoll

A AdRoll oferece uma plataforma de publicidade digital que ajuda as empresas a trazer de volta os compradores que visitaram seu site, mas não converteram. Possui um painel de visualização de desempenho em vários canais que permite que sua equipe de marketing veicule anúncios em várias redes.

Usando IA (Inteligência Artificial), eles fazem previsões com base em anos de experiência para ajudar a aumentar as suas conversões e otimizar o seu ROI.

O AdRoll Pixel (código de rastreamento) é adicionado ao seu site para rastrear o comportamento dos visitantes. Isso permite, em uma segunda etapa (a de remarketing), exibir anúncios personalizados daqueles mesmos produtos que atraíram esses visitantes ao seu site na primeira visita.

Os anúncios de remarketing da AdRoll podem ser veiculados ​​em mais de 500 redes, alcançando usuários em laptops, telefones, no Google, no Yahoo, no Facebook e no Instagram.

Além dos anúncios, a AdRoll também envia e-mails com o que interessa ao comprador. Isso os incentiva a retornar ao seu site para concluir a compra.

Prós:

  • A interface do painel da AdRoll é fácil de se aprender.
  • Os anúncios são facilmente personalizados e oferecem boa variedade de modelos.

Contras:

  • O suporte ao cliente pode ser lento para responder.
  • Faltam ainda relatórios mais precisos em tempo real.

5. Mailchimp

O Mailchimp é, por excelência, a plataforma mais tradicional de e-mail marketing. Por meio da automação que possuem, é possível enviar a mensagem certa no momento certo.

Entre os recursos mais benéficos para remarketing está o envio de e-mails de carrinho abandonado, que lembram os clientes dos itens que foram deixados no carrinho sem a conclusão da compra.

Além disso, os e-mails de retargeting de produtos lembram as pessoas de voltar e revisitar os exatos mesmos itens que visualizaram anteriormente em seu site. As recomendações de produtos similares também são incluídas nos e-mails de remarketing para que os compradores vejam itens relacionados relevantes.

Prós:

  • Fácil de usar, com tutoriais e recursos de ajuda disponíveis.
  • Gratuito para empresas com menos de 2.000 contatos (contatos são endereços de e-mail).
  • Construído com o pequeno negócio em mente.

Contras:

  • Falta mais automação para organizar ainda mais o banco de dados de contatos.
  • Modelos (templates) limitados.
  • Preço: o custo depende do número de contatos que você tem.

6. ConvertFlow

A ConvertFlow prioriza a personalização para os clientes durante toda a jornada de compra. Por meio de uma automação inteligente, os visitantes do site são marcados e segmentados com base em seu comportamento.

Para usários que estão visitando o seu site pela segunda vez, a ConvertFlow oferece CTAs personalizados, mostrando produtos relevantes para tentar concluir a venda.

A ConvertFlow também personaliza os anúncios com base no cargo do visitante e no nome da empresa onde trabalha.

Prós:

  • Segmentação relevante em toda a jornada de compra do cliente.
  • Não requer experiência com escrita de código de programação.

Contras:

  • Atrasos ocasionais de carregamento dos anúncios.
  • Ferramentas muito abrangentes podem ser mais difíceis sem suporte adequado ao cliente.
  • Caro para pequenas empresas.

7. Fixel

A Fixel se concentra no remarketing por meio de dados e de segmentação para garantir que seu público receba o anúncio certo para converter.

Usando IA (Inteligência Artificial), um código é adicionado ao seu site e pode ser integrado às plataformas que você já usa (Google Ads, Facebook Ads, etc.). A Fixel ajuda você a se concentrar em usuários com maior intenção de compra.

Essa ferramenta é muito boa para remarketing porque reduz os gastos com “visitantes ocasionais” e tenta se concentrar em pessoas mais decididas sobre a compra do seu produto ou serviço.

Prós:

  • Usa seu orçamento de publicidade para segmentar usuários com maior probabilidade de conversão.
  • O código pode ser adicionado rapidamente ao site.

Contras:

  • A população de pessoas selecionadas por meio desse método de segmentação tende a ser menor.
  • Algum conhecimento de remarketing é necessário para entender a plataforma.
  • Preços dos planos são um pouco mais altos.

8. ReTargeter

De forma semelhante às outras ferramentas que mostrei acima, o código da ReTargeter é adicionado ao seu site para ajudar a reengajar os visitantes após eles saírem dele.

A ReTargeter é dedicado à privacidade do usuário, portanto coleta dados pessoais mas usando IDs anônimos. Isso mantém os dados do consumidor seguros enquanto navegam online.

A ReTargeter também oferece remarketing de pesquisa para alcançar usuários que ainda estão pesquisando produtos ou serviços como o seu, mesmo depois de terem saído do seu site.

Você insere uma lista de palavras-chave, e a inteligência assume o controle para encontrar públicos que correspondam às suas palavras de pesquisa. Isso ajuda a alcançar clientes interessados ​​em seu produto ou serviço, mas sem pagar por cliques de pesquisa.

Prós:

  • Serviço dedicado ao retargeting (site, CRM e pesquisa).
  • Alinha-se com os mais recentes padrões de privacidade digitais.

Contras:

  • Não oferece um teste gratuito.
  • Suporte ao cliente limitado.
  • Preço alto.

9. SharpSpring Ads

A SharpSpring é uma conhecida e tradicional plataforma de automação de marketing e soluções afins. A SharpSpring Ads (anteriormente Perfect Audience) é um dos serviços da empresa, que promete maximizar o impacto da sua publicidade digital por meio de canais abrangentes de retargeting.

Se você deseja atingir o público-alvo em plataformas de mídia social como Facebook e Twitter, ou quer recuperar as vendas em seu site, a SharpSpring pode ser a sua opção.

Se você possui uma loja online Shopify (plataforma de e-commerce), poderá configurar anúncios dinâmicos que se integram à sua vitrine. Os anúncios personalizados aparecem em várias plataformas e em qualquer dispositivo.

A SharpSpring adapta os anúncios para reconectar usuários perdidos usando um criador de anúncios dinâmico. Isso permite que você personalize os produtos em destaque, cores, textos e CTAs.

Prós:

  • Anúncios personalizáveis.
  • Integra-se com Shopify.

Contras:

  • Relatórios e análises básicas.
  • O preço pode ser alto, dependendo do seu orçamento.
error: Protected content!