Home » SEO para redatores e blogueiros: 10 ferramentas de pesquisa de palavra-chave para melhorar o seu conteúdo

SEO para redatores e blogueiros: 10 ferramentas de pesquisa de palavra-chave para melhorar o seu conteúdo

A importância das palavras-chave e do conhecimento de SEO na redação do seu blog

É muito comum nas empresas encontrar profissionais que não são especializados em SEO (o que não significa que sejam ruins), mas que ainda assim são os responsáveis pela produção e gestão de todo o conteúdo publicado nos blogs. Em muitos casos, os criadores de conteúdo não entendem como SEO funciona, não sabem como fazer SEO e qual é a sua lógica. Ou pior ainda: eles podem achar que sabem muito bem o que é SEO, mas na verdade tem uma concepção completamente equivocada sobre o assunto – principalmente na parte técnica.

Nunca podemos nos esquecer de que nosso conteúdo será lido por pessoas e também por motores de busca, daí a importância de dominar, no mínimo, as técnicas básicas de SEO. Com um bom treinamento – do qual devem participar todos os funcionários envolvidos na criação de conteúdo (blogueiros incluídos nesta categoria) – é possível resolver este problema. No caso de redatores (em empresas) e blogueiras (empreendedores individuais de blogs em geral) esta capacitação é essencial. A necessidade de algum aprendizado formal de SEO torna-se crítica no caso de sites grandes e equipes com muitos redatores. Foi a intenção de dar o pontapé inicial neste processo – o de um treinamento em SEO – que me motivou a escrever este post.

O que o redator SEO e blogueiros devem entender em termos de escrita para a web

  • Os mecanismos de busca (Google, Bing e outros) querem associar a busca do usuário com as palavras-chave, expressões que as contenham, seus sinônimos e conceitos relacionados a elas que estejam presentes na página do seu site. No caso de nenhuma combinação dos elementos anteriores aparecer no conteúdo da sua página, é bem provável que o seu post ou artigo nunca tenha um bom posicionamento (ou sequer apareça) na página de resultados (daquelas buscas feitas com a palavra-chave para a qual você gostaria que seu conteúdo aparecesse);
  • As possibilidades de escolha de palavras-chave que os usuários usarão para fazer uma busca quando quiserem pesquisar por algo são infinitas, mas é fato que alguns termos serão usados com muito mais frequência do que outros. É fundamental descobrir quais são estas palavras com maior volume de busca;
  • Usar as palavras-chave que tem maior volume de busca no conteúdo da página é imprescindível para para o sucesso da sua estratégia de SEO;
  • Redatores e blogueiros devem conhecer os conceitos de co-ocorrência e saliência de entidade para que não criem conteúdos que usem a palavra-chave principal exageradamente. Basicamente, significa dizer que devem concentrar-se em criar conteúdo que seja semanticamente rico e que não saia do tema principal da palavra-chave central da página. E tem de fazê-lo mantendo a escrita o mais espontânea e natural possível;
  • A Tag de Título (<title>) é o elemento mais importante da página, seguida do primeiro título (na maioria dos casos um H1) e depois do corpo principal do texto. As Tags de Título (também chamadas em Português com o nome original em Inglês, Title Tags) aparecem nas páginas de resultados dos motores de busca e na barra de títulos do navegador. Os mecanismos de busca atribuem mais peso às Tags de Título do que aos títulos H1 (que ficam no corpo da página em si, no próprio post). Os títulos H1 tem que ter relação direta com a Tag de Título e devem dar referências claras sobre o conteúdo do post. Tudo isso para proporcionar uma boa experiência ao visitante quando entre (ou “aterrize”) na página. Se o H1 principal (o título do post em si) for ruim ou desconexo à Tag de Título, muito provavelmente o visitante voltará à página de resultados – o que é péssimo para a reputação do seu site.

Ferramentas de pesquisa de palavra-chave

Ferramentas de palavra-chave: pesquise, escolha e use as melhores no seu conteúdo

Há várias ferramentas para descobrir quais são as palavras-chave e expressões com maior volume de busca e/ou mais interessantes. Eis algumas delas:

  1. SEMRush;
  2. Moz;
  3. Google Adwords Keyword Planner (Planejador de Palavras-Chave do Google Adwords);
  4. Google Autocomplete (recurso “autocompletar” da busca padrão do Google);
  5. Google Trends;
  6. WordStream;
  7. Keyword Discovery;
  8. Experian Hitwise;
  9. comScore Search Planner;
  10. Searchmetrics.

Lembre-se: o bom gerador de conteúdo sempre faz esta pesquisa!

Se você – redator, blogueira, blogueiro ou empresa – conseguir agregar os passos acima no seu trabalho de produção de conteúdo, estará no caminho certo para uma boa estratégia de SEO. Uma parte muito importante é o treinamento (ou auto-aprendizado) para aprender a escolher as palavras-chave certas. No caso de empresas, isto envolve ensinar os redatores a usar as ferramentas de pesquisa de palavras-chave mencionadas acima ou delegar esta responsabilidade ao profissional de SEO, e ele então entrega as palavras-chave ao redator. Blogueiros, em princípio, farão todo o processo sozinhos, da pesquisa de termos à escrita final.

As técnicas de SEO escolhidas tem que resultar em uma boa experiência do visitante

O conceito mais importante que geradores de conteúdo tem que saber é que a qualidade do conteúdo e a experiência do usuário são sempre a prioridade.

Conseguir inserir naturalmente as palavras-chave e termos certos ao longo do conteúdo é o que resulta no melhor texto, na informação mais rica, na melhor experiência do visitante na página – e é a chave para trazer tráfego relevante dos motores de busca ao seu site. Se estas regras forem desprezadas, o seu conteúdo corre o risco de ser publicado com keyword stuffing (prática de repetir palavras-chave exageradamente no texto, de forma artificialmente óbvia), que pode resultar em penalidades pelo Google, Bing e outros mecanismos de busca, além da péssima experiência do visitante na página. Lembre-se de que o Google, o Bing e demais buscadores querem sempre entregar a melhor experiência possível ao usuário: quanto mais eles gostarem do seu conteúdo, mais tempo permanecerão na página. Isto significa que o seu post resolverá o problema do visitante, e é a partir daí onde cria-se um laço entre você e seu público – que pode terminar também em boas vendas!

error: Conteúdo protegido!