Home » O que é Marketing de Conteúdo e por quê ele é tão importante para o seu marketing?

O que é Marketing de Conteúdo e por quê ele é tão importante para o seu marketing?

O mundo das empresas e marcas – de qualquer tamanho ou setor – passa hoje por uma verdadeira transformação, e um dos pontos mais importantes dessa mudança é o conteúdo. É aí onde nasce uma verdadeira ciência e arte que possui uma lógica muito mais natural e espontânea do que outras formas de publicidade: o Marketing de Conteúdo.

Diferentemente de muitas “modas” de marketing que ganharam popularidade e depois desapareceram, o Marketing de Conteúdo definitivamente chegou para ficar – no mínimo por algumas boas décadas. Ele é uma forma comprovadamente eficaz de atrair o interesse do seu público e transformá-los em compradores. Vejamos o porquê.

O que é Marketing de Conteúdo?

Conteúdo útil e que ensina o usuário deve ser o foco do marketing de qualquer negócio nos dias atuais. O marketing tradicional tem se tornado cada vez menos eficaz. Se você quer trabalhar com uma forma melhor de publicidade, considere uma estratégia que englobe ou que seja centrada em conteúdo.

Acredito que uma boa definição de Marketing de Conteúdo seja:

“Marketing de Conteúdo é uma abordagem estratégica de marketing que tem como centro a criação e distribuição de conteúdo relevante e consistente para atrair e reter um público-alvo desejado, conseguindo assim fazer com que clientes potenciais em algum momento comprem o produto ou serviço oferecidos. Marketing de Conteúdo é também a disciplina de criar conteúdo editorial de alta qualidade e entregá-lo através de diversos canais, criando dessa forma um relacionamento sincero e gerando valor para o consumidor. Tudo isso com constante mensuração dos resultados para a empresa.”

Por quê investir em conteúdo pode ser tão eficaz?

Se pararmos para pensar bem, é uma forma de atrair novos negócios que faz todo o sentido. Ao invés de simplesmente oferecer seu produto ou serviço usando o tradicional “veja, compre este aqui porque ele é o melhor”, você passa a fornecer informação valiosa que nutre o seu cliente potencial. O mais importante dessa estratégia é entender que um negócio que entrega conteúdo de valor e de maneira consistente a compradores potenciais terá como recompensa a fidelidade e preferência deles (ou na pior das hipóteses terá muito mais chance de tê-los).

O Marketing de Conteúdo tem natureza educativa, mas não significa que o conteúdo gerado falará sobre os produtos ou serviços que a empresa vende. A idéia é fornecer informação tão boa e tão útil que compradores potenciais serão leais à marca. Eis aqui um dos pilares dessa ciência: Marketing de Conteúdo não diz respeito à sua empresa, produtos ou serviços: o foco aqui é o seu público-alvo. Quais são as dúvidas dos seus clientes potenciais? O que eles procuram no Google para respondê-las? Há várias considerações a serem feitas. Uma delas – e provavelmente a mais importante – é: como você conseguiria ser aquele que fornece informações valiosas que nenhuma outra empresa tem conseguido?

A quantidade de informação a que todos nós estamos sujeitos hoje faz com que tenhamos que selecionar – ou filtrar – o que vamos absorver com mais cautela. Se você quer prender a atenção dos seus clientes potenciais, então terá que produzir conteúdo que resolva problemas de fato, e que seja de qualidade melhor do que o dos seus concorrentes.

As ações de Marketing de Conteúdo incluem itens como:

  • artigos (em formato de blog posts ou outro)
  • e-books
  • vídeos
  • webinars
  • áudio
  • e até entretenimento

Todos eles – não importa o formato – sempre respondendo perguntas específicas do seu público. O objetivo, devo reforçar, é oferecer informação valiosa que eles não encontrarão em nenhum outro lugar. Não importa que tipo de produto ou serviço seu negócio oferece, essa é a melhor forma de fazer com que ele seja algo diferente do produto ou serviço dos demais. Quando a sua empresa ganha credibilidade e se torna uma autoridade em assuntos que são importantes para seu público, seu negócio tem mais chances de ser descoberto pelas pessoas certas, ganhando a confiança e lealdade delas. Isso é o que fortalece a relação com seus clientes, faz a lista de assinantes do seu conteúdo crescer e pode também aumentar suas vendas e sua base de clientes.

O Marketing de Conteúdo em números

De acordo com as revistas Harvard Business Review e Forbes, o marketing de conteúdo vem ganhando espaço rapidamente entre empreendedores:

  • 89% dos negócios B2B e 86% dos negócios B2C estão usando o marketing de conteúdo para gerar leads e reforçar suas marcas;
  • 9 em cada 10 empresas estão usando conteúdo em seu marketing. Ou seja, estão indo além da publicidade normal (“estou aqui, veja meu produto, ele é o melhor, compre-o”) e melhorando a imagem e autoridade de suas marcas com informação e idéias através de conteúdo que seus públicos-alvo valorizem;
  • Já reparou que muitos sites de empresas hoje tem uma página “Blog”? Para muitos, ela é aparentemente um pequeno detalhe. Mas não é. É o marketing de conteúdo em ação, informando o visitante e respondendo as dúvidas que o público-alvo do negócio tem.

De acordo com o Content Marketing Institute (Instituto do Marketing de Conteúdo):

  • 70% das pessoas preferem obter informação sobre uma empresa através de um artigo do que através de um anúncio;
  • Pequenos negócios com blogs (e portanto com conteúdo) conseguem 126% mais leads do que pequenos negócios sem um blog.
  • Depois de ler recomendações em um blog, 61% dos consumidores nos Estados Unidos fizeram uma compra.
  • Negócios que publicam 16 ou mais posts no seu blog por mês tem quase 3,5 vezes mais tráfego do que negócios que publicam entre 0 e 4 posts;
  • O Marketing de conteúdo gera três vezes mais leads do que estratégias tradicionais (chamadas de outbound marketing) e custa 62% menos;

Seu marketing fica mais difícil sem bom conteúdo

Não importa quais canais e estratégias digitais e offline (físicas) você use, meu conselho (e também o do mercado como um todo) é que o marketing de conteúdo seja parte das suas ações de publicidade, e nunca uma área separada delas. Conteúdo informativo de alta qualidade é parte integrante e aumenta o efeito de outras formas de marketing, tais como:

  • Mídias sociais: sua estratégia de marketing de conteúdo deve vir antes da sua estratégia de redes sociais. Afinal de contas, o que você vai publicar no Facebook, LinkedIn, Instagram, Twitter, etc. deve ser conteúdo que gere interesse, informe, responda dúvidas e traga tráfego relevante para o seu site.
  • SEO (Search Engine Optimization ou “Otimização para motores de busca” em português): os mecanismos de busca como o Google e o Bing gostam e recompensam negócios cujos sites publicam conteúdo de qualidade com consistência.
  • RP: estratégias de Relações Públicas com bons resultados são as que respondem perguntas que os leitores tem e falam de temas que interessam a eles, e não à empresa.
  • PPC (sigla para “Pay Per Click”: anúncios no Google Adwords, Bing Ads, entre outros): para que sua estratégia de PPC funcione plenamente, você precisará de bom conteúdo. Quando você anuncia no Google Adwords, por exemplo, você está pagando para levar pessoas (tráfego) ao seu site. Se esses visitantes não comprarem seu produto ou serviço e nem se tornarem assinantes da sua lista imediatamente, eles poderão descobrir seu conteúdo e através dele continuar retornando ao site e, eventualmente, se tornarem clientes (já informados pelo seu conteúdo).
  • Inbound marketing: conteúdo é o centro de qualquer estratégia de inbound, que visa atrair tráfego relevante e gerar leads.
  • A idéia do marketing de conteúdo é fazer com que seus clientes tenham boas expectativas de receber o seu marketing. Imagine se o seu público recebesse seu conteúdo e passasse 20, 30 minutos (ou mais) lendo tudo e depois ainda compartilhasse com alguém. Isso é possível através do marketing de (bom) conteúdo!
error: Conteúdo protegido!